A evolução do Porsche 911 em fotos – Cenas de Gajo

A evolução do Porsche 911 em fotos

Ahh, o Porsche 911… esse mítico ícone, o Santo Gral dos amantes do asfalto…

Independemente da geração e da idade, um 911 reconhece-se ao longe, visto que se manteve fiel às linhas originais, um feito também ele mítico, visto que a primeira versão do 911 saiu em 1963, e já lã vão, portanto… como diria o outro, é só fazer as contas.

Este modelo é tão mítico que vários livros lhe foram consagrados. É o caso do “Porsche 911: The Ultimate Sportscar as Culture Icon” de Ulf Poschardt, or Porsche 911 Book: 50th Anniversary Edition por Rene Staud, items essenciais da biblioteca de um verdadeiro petrolhead.

Ambos se focam na evolução do modelo, desde os tempos do Porsche 356, que não era mais do que um Carocha (Fusca, para os amigos brasileiros) ligeiramente mais refinado, e como versão após versão, detalhe após detalhe, durante 5 décadas, se tornou no que é hoje em dia.

Celebremos, entao, este monumento automóvel, com estas fotos, pertencentes ao Aquivo Porsche (Porsche-Werkphoto).


1963-1973: O modelo original. Desenhado pelo Ferdinand Porsche em pessoa, foi o segundo modelo de produção da marca. As linhas de base, como é possível ver nas imagens seguintes, mantiveram-se quase inalteradas.
porsche1

 

1974-1989: É a era do 911 G. Uma década depois da primeira versão, e já com uma reputação bem estabelecida, esta segunda versão não alterou quase nada em relação à primeira, excetuando pormenores como jantes e para-choques. As linhas, essas, são praticamente as mesmas.
porsche2

 

1988-1994: Eis que chega o 911 – 964. O final dos anos 80 não foi especialmente bom para a Porsche, com a grande concorrência dos desportivos japoneses, e com a economia alemã numa fase menos boa. A Porsche teve de inovar, e adicionar à receita 911 tração integral, direção assistida, ABS, e um pequeno spoiler traseiro, que se abria a partir de 80kmh.
porsche3

 

1993-1996: 911-993. O modelo anterior (911-964) tornou-se caro a produzir, e na fase final da produção, foi ultrapassado pela concorrência. A Porsche foi obrigada a tirar o 993 da cartola: o último 911 arrefecido a ar.
porsche4

 

1997-2006: E chega o 996. À entrada do novo milénio eis que a Porsche choca os puristas, deixando para trás os motores arrefecidos a ar, em detrimento do arrefecimento a água: a maior mudança nos então 30 anos do modelo.
porsche5

 

2004-2013: E a seguir ao 996, vem o 997. O sucessor do controverso 996, que tinha fugido ligeiramente ao estilo original, não ajuda, e afasta-se ainda mais das linhas originais. Apesar disso, o 997 foi aceite, de forma geral, pela comunidade de fans, e até considerado como um potencial futuro clássico.
porsche6

 

2011 – até hoje: E a seguir ao 997, vem o 991. Estranha esta forma de numerar…. Mas voltemos ao 991… Ao lado do modelo original, com 50 anos de diferença, podemos ver que os tempos mudaram o 911. Mais arredondado, refrigeração a água, capot mais longo… mas as linhas de base, essas estão lá, e um 911 será sempre um 911.
porsche7

 

Fotos: PORSCHE ARCHIV, PORSCHE-WERKFOTO, FROM PORSCHE 911, COPYRIGHT GESTALTEN 2017

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *